Sociedade | 22-02-2008 08:05

Chuva forte e trovoadas lançam alerta amarelo na Grande Lisboa

Os distritos de Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão hoje sob aviso Amarelo devido à previsão de chuva e trovoadas fortes, segundo o Instituto de Meteorologia. O distrito de Santarém também vai ser assolado pelo mau tempo mas não está accionado nenhum alerta.O aviso Amarelo é o segundo de uma escala que vai até quatro e corresponde a uma situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.Para os distritos de Lisboa, Beja e Setúbal aguardam-se para hoje aguaceiros temporariamente fortes e trovoadas frequentes e dispersas.No distrito de Faro, além da chuva e trovoadas, prevê-se também ondulação entre dois e três metros.De acordo com o Instituto de Meteorologia, o mau tempo vai generalizar-se a todo o território no fim-de-semana, não sendo, no entanto, de esperar uma situação idêntica à de segunda-feira.A Protecção Civil alertou quarta-feira os bombeiros e autarquias para estarem preparados operacionalmente para a ocorrência de precipitação e vento forte nas regiões Centro e Sul sexta-feira e sábado.O alerta da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) visa os "efeitos expectáveis" do mau tempo, como "inundações em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiência dos sistemas de drenagem".Alerta, também, para "danos em estruturas montadas ou suspensas, aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou ao arrastamento de matérias sólidas para via, curto-circuitos em casas antigas, queda de árvores e a possibilidade de estradas cortadas onde se prevê queda de neve".A ANPC solicitou ainda aos Serviços Municipais de Protecção Civil que informem as populações das áreas mais vulneráveis e indica as medidas de prevenção e protecção que devem adoptar.Entre as recomendações que a ANPC entende que devem ser transmitidas às populações, aconselha a "desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados, limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivo sistema de escoamento, fecho de portas e janelas, assim como arrumação de equipamento solto, caixotes de lixo ou outros objectos, em virtude de vento mais forte".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo