Sociedade | 12-04-2008 10:25

Moita Flores enaltece rapidez do Governo no caso do tornado

O presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores (PSD) enaltece a rapidez com que o ministro da Administração interna, Rui Pereira, tomou medidas com vista a ajudar as populações atingidas pelo tornado que deixou “um rasto de destruição”, no lugar de Canal e Amiais de Baixo, concelho de Santarém.Recorde-se que o ministro esteve em Santarém na quinta-feira para analisar a situação e no mesmo dia levou a conselho de ministros uma proposta para a criação de uma linha de crédito e de uma conta de emergência para “situações de catástrofe”, que foi aprovada. A abertura da conta e da linha de crédito “demorará algumas semanas”, por seguir “os trâmites normais” de promulgação e publicação do decreto-lei.As localidades afectadas pelo tornado na quarta-feira sofreram avultados estragos, na ordem de, pelo menos, sete milhões de euros, que resultaram em sete feridos ligeiros, danos em sete unidades fabris, duas das quais ficaram impedidas de laborar, pondo em causa 56 postos de trabalho, para além de danificar 21 casas, sendo que 6 ficaram sem condições de habitabilidade, desalojando 10 pessoas que foram, na sua maioria, realojadas em casa de familiares e uma família encaminhada para o Centro de Acolhimento e Emergência Social em S. Domingos – Santarém, danificou 25 carros, cortou dezenas de estradas, destruiu e derrubou milhares de árvores.

Mais Notícias

    A carregar...
    Caipirinhas para todos os gostos
    Foto do Dia
    As caipirinhas são a aposta há oito anos da van food “Caipi Joca’s”, de Carlos Travessa, um dos presentes na 4.ª edição do Festival Reverence que decorreu nos dias 8 e 9 de Setembro, pela primeira vez, na Ribeira de Santarém. A residir em Salvaterra de Magos, o empreendedor de 38 anos começou o negócio juntamente a sua sócia, Josélia Godinho, de 33 anos, depois de ter tido muito sucesso com o seu bar exclusivo de caipirinhas nas festas de Salvaterra de Magos. O nome surgiu de uma junção de “Caipi” (caipirinhas), “Jo” (Josélia) e “Ca” (Carlos). Entre as várias caipirinhas à disposição, a que está no topo das preferências é a tradicional com cachaça.
    Foto do Dia | 22-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo