Sociedade | 30-04-2008 08:51

Governo inaugura IC9 sem medo de acções judiciais de ambientalistas

O secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e Comunicações inaugurou ontem em Tomar o novo troço do IC9 sem qualquer receio das acções judiciais em curso movidas pela associação ambientalista Quercus. “Estamos absolutamente seguros que está tudo de acordo com a legalidade”, afirmou à Paulo Campos, durante a cerimónia de inauguração do troço entre Tomar e Carregueiros. O troço tem sido objecto de polémica devido à destruição de zonas protegidas, o que levou mesmo a Quercus a mover providências cautelares contra a obra. Estas providências cautelares só deixaram de estar em vigor depois do secretário de Estado ter emitido um despacho, declarando o interesse público da obra hoje inaugurada. Agora, Paulo Campos reafirmou o empenho do Governo no “desenvolvimento sustentado” e na protecção do ambiente, considerando que agora caberá a decisão final à justiça. Entretanto, os “tribunais têm dado razão” às Estradas de Portugal, e Paulo Campos manifestou a sua “absoluta confiança” que todo o processo de obra foi feito no “respeito do interesse público”.No seu discurso, o presidente da empresa Estradas de Portugal, Almerindo Marques, lamentou os atrasos provocados pelos protestos dos ambientalistas, considerando que “quem pagou esse custo foram os contribuintes”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo