Sociedade | 09-07-2008 14:58

Acção popular pelo Rosa Damasceno

Um grupo de cidadãos de Santarém moveu uma acção popular visando a nulidade do negócio que permitiu ao Clube de Santarém permutar, com uma empresa de construção, o Teatro Rosa Damasceno por lotes para construção no concelho de Almeirim. A acção popular, que tem a ex-vereadora socialista Graça Morgadinho como primeira subscritora, exige ainda que a empresa Rosa Tomás se omita de qualquer acto que possa pôr em perigo ou destruir o teatro, que, recorde-se, já só mantém as fachadas de pé e mesmo assim num estado elevado de degradação. A histórica sala de espectáculos, imóvel de interesse público, foi no ano passado consumida por um incêndio e os autores da acção popular defendem a sua preservação e restauro “para que se possa desenvolver as actividades inerentes ao seu projecto”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo