Sociedade | 09-07-2008 13:32

Doença de sequestrador de São Domingos era “recorrente”

VER VÍDEO: http://www.omirante.pt/omirantetv/noticia.asp?idgrupo=2&IdEdicao=51&idSeccao=514&id=22996&Action=noticia

O homem que se barricou em casa com dois familiares, domingo, em Santarém, padecia de esquizofrenia há vários anos. «Não foi a primeira vez que fez algo assim, já antes tentou rebentar com uma botija de gás. Queixava-se frequentemente de dores de cabeça e indisposição. Já esteve internado e, possivelmente, por ter ficado muito tempo sem medicação, a doença voltou a atacar», refere a mãe, Flora Manioni, a O MIRANTE. O homem fez reféns a mãe e a irmã, na casa que partilhavam no bairro de São Domingos. Está internado no hospital psiquiátrico Júlio de Matos, em Lisboa, não tendo ainda sido visitado pelos familiares. "Tive muito medo e cheguei a pensar o pior", recorda a mãe, que foi libertada por agentes do Grupo de Operações Especiais da PSP após quase oito horas de tensão..

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo