Sociedade | 18-07-2008 08:32

Câmara do Cartaxo garante regularizar contas com associações

A Câmara do Cartaxo garante que vai pagar até final de Julho as verbas em atraso protocoladas com as associações e colectividades do concelho. Trata-se de uma verba superior a um milhão de euros. A solução foi revelada pelo vice-presidente da câmara, Francisco Casimiro (PS), durante a discussão de um voto de protesto, apresentado pelo PSD na última assembleia municipal, acerca desses incumprimentos. O plenário chumbou o voto de protesto apresentado pelos sociais-democratas. Francisco Casimiro justificou os atrasos no cumprimento dos protocolos com as dificuldades gerais sentidas pelas autarquias. “Estamos a estudar a solução financeira para avançar com a solução preconizada que já tinha sido comunicada individualmente a cada associação em Dezembro de 2007”, esclareceu. Os sociais-democratas não se convenceram com os argumentos. Vasco Cunha lembrou que há dirigentes a pagar dinheiro do seu bolso para assegurar o desenvolvimento das actividades. “Como se pode planear alguma coisa se em metade do ano o dirigente não sabe com que verbas vai contar?”, questionou. BE e CDU também criticam a postura da maioria na câmara. O bloquista Francisco Colaço sugeriu mesmo que os presidentes de junta integrantes da assembleia e alguns eleitos que pertencem a associações fizessem um ponto da situação. Mas apenas o autarca de Vale da Pinta, Fernando Ramos (PS), falou para sublinhar que as dificuldades são para todos. Apesar dos atrasos nos pagamentos a maioria camarária recorda que os protocolos de apoio às actividades desportivas e culturais receberam, em conjunto desde 2001, montantes superiores a cinco milhões de euros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo