Sociedade | 21-07-2008 13:33

Aprovados Fundos de Coesão para Águas do Ribatejo

A Comissão Europeia aprovou a reprogramação da candidatura da Águas do Ribatejo ao fundo de coesão no valor de 41,8 milhões de euros, que corresponde a uma comparticipação de 28,4 milhões de euros. O dinheiro destina-se a investimentos nas redes de água e saneamento nos sete municípios que constituem a empresa intermunicipal. E não contempla os concelhos de Santarém e Cartaxo que abandonaram o projecto e para os quais estavam destinados investimentos na ordem dos sete e dois milhões de euros respectivamente. O presidente da Comunidade Urbana da Lezíria do Tejo (CULT), que conduziu o processo, e actual presidente do conselho de administração da empresa, anunciou que os projectos de obras para os municípios do Cartaxo e de Santarém podem ser entregues às respectivas câmaras municipais mediante o pagamento do seu custo. Sousa Gomes (PS) em jeito de desabafo lamentou que estes municípios tenham saído do projecto, mas não escondeu a alegria que disse sentir por ver que as pessoas que criticaram a Águas do Ribatejo não tinham razão. Sousa Gomes, que também é presidente da Câmara de Almeirim, realçou na segunda-feira que a aprovação desta recandidatura vai permitir arrancar em força com todos os investimentos previstos para os concelhos de Almeirim, Alpiarça, Coruche, Salvaterra de Magos, Benavente, Golegã e Chamusca. Anunciou ainda que a empresa vai candidatar aos fundos comunitários o montante da diferença entre o que agora foi aprovado e os 75,8 milhões de euros que constam do estudo de viabilidade económica aprovado pelas autarquias para investimentos nos seus concelhos, no valor de 34 milhões de euros. A candidatura tem que ser apresentada até 31 de Agosto. Mais informações na edição semanal

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo