Sociedade | 25-02-2009 15:40

Diocese de Santarém atenta aos dramas causados pela crise

A Diocese de Santarém está atenta ao momento de crise económica e social que se vive e afirma que “os dramas provocados pela crise” merecem a “solidariedade atenta” da Igreja e o seu “apoio generoso”, lê-se na mensagem de Quaresma escrita pelo Bispo D. Manuel Pelino Domingues, onde se anunciam algumas medidas concretas: “Procuremos que em todas as paróquias funcione o serviço eclesial Cáritas, capaz de ir ao encontro e dar alguma resposta aos problemas sociais causados pela crise”, apela o prelado, revelando que metade dos donativos concedidos no âmbito da renúncia quaresmal dos fiéis será encaminhada para a Caritas Diocesana, que a fará chegar às paróquias. A outra metade será para ajudar uma comunidade moçambicana. O ano passado a renúncia quaresmal rendeu 34 mil euros.D. Manuel Pelino considera o momento actual “convida-nos a rever o modelo de sociedade e o estilo de vida pautado pelo consumo desenfreado” e diz que para os cristãos “esta situação é, antes de mais, um convite a pôr em prática o estilo de vida evangélico, mais simples e austero, menos consumista e menos egoísta”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo