Sociedade | 27-02-2009 07:49

Miguel Serras Pereira diz que só há democracia quando a política não for profissão

Miguel Serras Pereira diz que só há democracia quando a política não for profissão
Para o primeiro convidado da nova produção do grupo de Teatro Fatias de Cá, o tradutor Miguel Serras Pereira, a plena democracia só será atingida quando a política não for uma profissão. Falando ontem à noite, no cine-teatro de Constância, no decorrer do primeiro encontro da série “Fatias de Cá Bar É”, o conhecido tradutor e poeta conversou com a professora Paula Junqueira e o Director-Geral de O MIRANTE, perante uma plateia de algumas dezenas de pessoas e leu poemas, alguns dos quais da sua autoria.A conversa decorreu num tom descontraído a seguir à representação de um extracto da peça “A Festa de Babette” que o Fatias de Cá tem em exibição aos sábados à tarde na destilaria da Brogueira. Quando interrogado sobre o facto de os políticos se fazerem acompanhar de artistas e, nomeadamente escritores, em alturas de campanhas eleitorais, Miguel Serras Pereira foi irónico “Agora os políticos gostam mais de ter um futebolista ao lado do que um escritor”. Sobre a reacção que tem quando vê algum dos livros por si traduzidos na lista dos mais vendidos, arrancou uma gargalhada geral à audiência com a resposta. “Não sei se traduzi alguma porcaria sem dar por isso”. A noite terminou com um momento de humor.Todas as Quintas-feiras, até 9 de Abril há “Fatias de Cá Bar É” em Constância. O conceito é simples. Jantar, momento de teatro em ambiente café-tertúlia, Conversa com um convidado especial e um final ligeiro e divertido para a despedida. O ponto de encontro é o cine-teatro de Constância. Às 19h19, quem decidir abrir a noite com um jantar, recebe uma senha e escolhe um dos restaurantes da vila poema. Às 21h21, de volta ao cine-teatro é servido um momento de teatro com, aproximadamente, vinte minutos. Para além do teatro serve-se a sobremesa do jantar e um café. Depois a conversa moderada pela professora Paula Junqueira. No final um momento de humor. O próximo convidado, dia 5 de Março, é Carlos Antunes, que foi líder das Brigadas Revolucionárias, antes do 25 de Abril de 1974.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo