Sociedade | 08-05-2009 18:07

Duzentos e setenta militares da GNR reforçam segurança em Fátima

Duzentos e setenta militares da GNR vão garantir a segurança da peregrinação de terça e quarta-feira ao Santuário de Fátima, revelou hoje o comandante territorial de Santarém, tenente-coronel Vítor Lucas.Em conferência de imprensa, na qual foi divulgado o dispositivo para a peregrinação, Vítor Lucas destacou que a GNR decidiu um reforço de militares desde o dia 03, situação que se vai prolongar até dia 17.Segundo o responsável, esta decisão prende-se com o facto de no passado domingo terem estado cerca de 150 mil pessoas em Fátima, prevendo-se um grande afluxo de peregrinos também este fim-de-semana e nos dias 16 e 17.O tenente-coronel admitiu que a presença dos fiéis vai ser repartida por este período, acrescentando existirem quatro zonas particulares em que vai haver a presença permanente desta força de segurança no decurso da peregrinação.Além do santuário e das suas imediações, está programada a presença de um dispositivo permanente de militares nas duas rotundas de Fátima e nos Valinhos, além de outras vias da cidade.O comandante territorial advertiu para a possibilidade de haver “constrangimentos no trânsito”, sobretudo nas horas que antecedem a procissão das velas, terça-feira, e após a celebração eucarística de quarta-feira.“É provável que os automobilistas tenham de circular num único sentido”, avisou, pedindo tolerância, mas também obediência às ordens dos agentes da autoridade.Do efectivo que vai estar em Fátima, o responsável destacou a presença de elementos afectos à investigação criminal, trânsito, inactivação de explosivos, manutenção da ordem pública, operações especiais, Serviço da Protecção da Natureza, cinotecnia, transmissões, Unidade Nacional de Trânsito e “Turist Suport Patrol” (militares que falam outros idiomas).Acrescentou que vão estar a patrulhar Fátima militares em moto, bicicleta e cavalo, estando ainda disponível um helicóptero.“Todas as unidades que vêm já estão a trabalhar com o SIRESP [Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal]”, salientou ainda o responsável.Aos peregrinos, o tenente-coronel renovou os conselhos, quer para quem se desloca a pé, quer para quem viaja de carro ou autocarro.Além de pedir para que façam um planeamento da viagem, apelou para não caminharem sozinhos nem o fazerem nos itinerários complementares e principais.Os conselhos aos condutores passam por chegarem a Fátima o mais cedo possível, utilizar outras vias que não apenas a auto-estrada, além de identificarem bem o local onde estacionam a viatura.“Temos uma média de 70 a 100 pessoas perdidas por dia” durante o a peregrinação, disse o responsável, alertando ainda para as pessoas terem cuidado com os objectos pessoais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo