Sociedade | 13-05-2009 21:08

PSP deteve cúmplice de burlão de Alverca suspeito de furto e burla

A PSP deteve, em Alverca do Ribatejo, um suspeito de ser cúmplice de um outro homem detido esta semana naquela localidade ribatejana pela alegada prática de vários crimes de furto e burla, designadamente relacionados com o mercado imobiliário.Contra o homem, de 25 anos, detido terça-feira à tarde por condução com uma carta falsificada, existem também "fortes suspeitas" de estar envolvido, em co-autoria, em alguns dos crimes que deram origem à detenção de outro suspeito, de 36 anos, no início desta semana em Alverca do Ribatejo, Vila Franca de Xira.O homem cuja detenção foi anunciada hoje além de já estar referenciado por conduzir com carta falsa, é suspeito de ser um dos cúmplices no furto de correspondência que permitia ao outro arguido (em prisão preventiva desde terça-feira) apoderar-se de cartões de crédito e de débito e dos respectivos códigos (PIN).Segundo fonte da PSP, para além da cumplicidade entre os dois arguidos, foi conseguido relacionar o novo detido com um outro homem que no ano passado tinha sido apanhado pelas autoridades por furtos em arrecadações e garagens na zona do Parque das Nações, em Lisboa.Depois da detenção, os elementos da PSP de Vila Franca de Xira fizeram uma busca domiciliária a casa do suspeito, onde apreenderam 31 cartuchos 14 milímetros, cinco de 12 milímetros, duas sirenes, uma carta de condução falsa, um automóvel, 86 CDs/DVDs, sete telemóveis, oito auto-rádios, um telefone e cinco projectores.Foram ainda apreendidos, entre outros objectos, oito comandos de garagens, de viaturas e de auto-rádios, canas e carretos de pesca e uma impressora.A PSP contou ainda com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal da GNR, que possui processos relacionados com furtos a residências, garagens e estaleiros na área da residência do detido e nos quais está também referenciado como suspeito.O homem foi ouvido hoje em interrogatório judicial no Tribunal de Vila Franca de Xira, não sendo ainda conhecidas as medidas de coacção decididas pelo juiz. O outro detido, de 36 anos, e que terça-feira ficou em prisão preventiva depois de ser ouvido no mesmo Tribunal, é suspeito de vários crimes de furto e burla, designadamente relacionados com o mercado imobiliário.No âmbito da operação da sua detenção, na segunda-feira à tarde, foram apreendidas uma viatura de gama média/alta, um contrato de aquisição de automóvel falsificado, 14 cheques em branco de vários titulares, 12 cartões de débito/crédito de vários titulares e provenientes de furto.Foi igualmente apreendida correspondência variada, muita dela inviolada, cujos destinatários são residentes na sua maioria em Alverca do Ribatejo e fotocópias de vários contratos de trabalho com cópias de toda a documentação pessoal das pessoas neles constantes.A investigação da PSP de Vila Franca de Xira teve início em Dezembro, após uma denúncia de burla para aquisição de uma viatura, com recurso a documentos falsos.Desde então, os elementos da PSP conseguiram relacionar o suspeito com diversas outras burlas ligadas à venda de imóveis, onde em pelo menos seis processos já tinha sido constituído arguido.Foram-lhe apreendidos ainda diversos cartões de crédito e de débito e correspondência bancária com o envio dos códigos secretos cujos titulares eram na sua maioria residentes na área de Alverca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo