Sociedade | 10-01-2010 09:28

Câmara de Coruche expropriou terreno para arranque das obras da Etar de Santana do Mato

A Câmara de Coruche tomou posse administrativa de um terreno com 5.300 metros na freguesia de Santana do Mato que vai receber a nova estação de tratamento de águas residuais (Etar) da freguesia. O processo deve-se à falta de entendimento entre proprietário do terreno e a câmara, o que contribuiu para que a empreitada da construção da Etar esteja seis meses atrasada. Na manhã de dia 6, a consultora jurídica e notária da câmara, Sofia de Sousa, leu o auto de tomada de posse administrativa do terreno, num acto onde marcaram presença o presidente de autarquia Dionísio Mendes, o vereador Francisco Oliveira e o presidente da Junta de Santana do Mato, Joaquim Banha. Concluído o procedimento administrativo, trabalhadores municipais tiveram de cortar a vedação da extrema da herdade, onde também há uma serventia, e colocar a rede a funcionar como portão para dar acesso à câmara, à AR e ao empreiteiro da obra. As máquinas seguem para o terreno na segunda-feira e segunda nota da AR os trabalhos arrancam na segunda quinzena de Janeiro. A obra de Santana do Mato foi adjudicada ao consórcio ECO-Edifica/OMS pelo valor de 491.444,39 euros , mais IVA. A empreitada tem um prazo de execução de oito meses, prevendo-se a sua conclusão em Setembro de 2010. Está ainda em curso o projecto para a conclusão da rede de saneamento que irá garantir uma cobertura total da freguesia ainda durante o corrente ano. O novo equipamento vai servir uma população de cerca de 800 pessoas. Veja mais informações sobre esta notícia na próxima edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo