Sociedade | 13-01-2010 09:23

Miséria no Porto Alto por amor aos animais

Miséria no Porto Alto por amor aos animais
Um casal residente no Porto Alto, concelho de Benavente, vive na miséria e em condições degradantes no meio de três dezenas de cães. Durante as últimas duas décadas, os idosos – 75 e 65 anos – dedicaram-se a acolher em casa animais abandonados na rua, alguns deixados à sua porta durante a noite por anónimos. Com maior ou menor dificuldade, havia sempre espaço e comida para os receber. Os anos foram passando e a situação assumiu proporções incontroláveis, ficando humana e financeiramente insustentável o que culminou com idosos e cães a coabitarem praticante no mesmo espaço, em condições pouco dignas, até para os próprios animais. O casal sobrevive actualmente com uma reforma conjunta de 650 euros. Não tem as mínimas condições de higiene e salubridade e a esposa padece de um problema de mobilidade. O dinheiro para se alimentaram, medicamentos e tratar dos animais, começou a escassear. “Tínhamos todas as condições mas agora já não temos. Está tudo degradado porque não podemos gastar mais dinheiro. O amor pelos animais é que nos levou a esta situação. Não estamos nada bem”, confessa a O MIRANTE o marido, que pede anonimato. Noticia desenvolvida na edição semanal

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo