Sociedade | 14-01-2010 10:13

Centro de Idosos em Vialonga continua à espera de fundos

A ABEIV (Associação de Bem Estar Infantil de Vialonga), no concelho de Vila Franca de Xira, comemorou em Dezembro passado 32 anos ao serviço da comunidade, mas a prenda que mais gostaria de ter, o Centro Integrado de Idosos, continua por construir por falta de fundos. “A população idosa da zona sul do concelho de Vila Franca de Xira não tem nenhumas instalações para os apoiar”, aponta o presidente, Vítor Cardoso. A ABEIV candidatou-se por duas vezes ao programa PARES (dinheiro proveniente dos jogos da Santa Casa da Misericórdia) para a criação de um Centro Integrado de Idosos. Da primeira vez o projecto não foi aprovado, mas em 2007 houve nova candidatura, que foi aprovada, mas não foi financiada. “Nós temos um projecto pago, temos terreno, mas não temos dinheiro. Gostaríamos muito de ter o Centro a funcionar já no próximo ano”, sublinha.O dirigente associativo aponta o dedo ao Estado, afirmando que não pode haver uma desresponsabilização no tratamento da população de terceira idade. “O Estado muitas vezes coloca os idosos em instituições privadas, o que sai muito mais caro. Por isso não se percebe porque é que não há financiamento em Vialonga para o Centro de Idosos, sendo uma Instituição de Solidariedade Social, que sai muito mais barato ao Estado”, conclui com tristeza.A ABEIV orgulha-se, na voz do presidente Vítor Cardoso, de prestar um serviço comunitário a Vialonga mas queixa-se da falta de apoios. “Vialonga precisa de mais apoio a nível oficial. Mas não no papel, apoio no terreno! Principalmente a nível da terceira idade”, conclui, esperançoso na ajuda para a construção do Centro Integrado de Idosos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo