Sociedade | 16-01-2010 00:06

Estradas de Portugal confirma protocolo com Câmara sobre desclassificação de vias

A Estradas de Portugal confirmou à agência Lusa que celebrou, em Maio de 2000, um protocolo com a Câmara Municipal de Santarém para integração da Rua O e respectivos nós na rede nacional, enquadrado nas contrapartidas pela transferência de vias desclassificadas."A EP confirma esse protocolo, celebrado em Maio de 2000 e que se enquadra nas contrapartidas devidas por transferência de vias desclassificadas para as Câmaras Municipais. O valor do protocolo em questão, que foi precedido por outros sobre a mesma matéria, é de 900 mil contos (na moeda antiga)", 4,5 milhões de euros", refere a instituição em comunicado..A EP não tece qualquer outro comentário sobre o protocolo que terá estado na origem do processo de investigação sobre alegado financiamento do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém.O processo, aberto em 2006, levou ao pronunciamento de cinco arguidos, conforme confirmou quinta-feira a Procuradoria-Geral da República à agência Lusa.Entre os arguidos contam-se o ex-ministro do Equipamento do Governo de António Guterres, Jorge Coelho, e o seu secretário de Estado Luís Parreirão.Luís Parreirão fez chegar quinta-feira à Lusa um comunicado em que afirmava que homologou o protocolo celebrado entre o IEP e a Câmara Municipal de Santarém "em conformidade com o parecer" que lhe foi apresentado.A EP não respondeu às perguntas da Lusa sobre quem esteve envolvido na negociação do protocolo nem se alguma vez foi alvo de buscas no âmbito deste processo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo