Sociedade | 24-06-2010 10:47

Casas dos oficiais da EPC em Santarém ainda sem futuro definido

A Câmara de Santarém ainda não decidiu qual vai ser o futuro das antigas casas dos oficiais da Escola Prática de Cavalaria (EPC), unidade militar que foi transferida para Abrantes no final de 2006. Os apartamentos encontram-se devolutos desde essa altura e começaram a ser alvo de assaltos e actos de vandalismo que obrigaram à colocação de cães a guardar o local, por iniciativa da câmara municipal. Entretanto os animais foram retirados do local e o vandalismo regressou, vendo-se já alguns vidros partidos.O presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores (PSD), diz que as casas estão englobadas nas negociações que a autarquia vem mantendo com o Governo para ficar na posse do antigo complexo militar e terrenos adjacentes. Até ao momento o futuro do bloco de apartamentos ainda não foi equacionado, mas o autarca não descarta a hipótese de os fogos serem colocados no mercado de arrendamento após o município estar na sua posse. Quanto à retirada dos cães do canil municipal que ali estiveram durante alguns meses desde Agosto do ano passado, diz que foram retirados porque os assaltos entretanto acabaram. A colocação dos animais do canil a guardar as casas causou alguma polémica, já que a reportagem de O MIRANTE viu através das janelas do rés-do-chão de alguns apartamentos bastantes dejectos caninos nos pavimentos. A autarquia recorreu aos animais para “guardarem o espaço de modo a evitarem que as habitações sejam invadidas por pessoas indesejáveis”, justificou na altura o vereador da Câmara de Santarém, António Valente (PSD). Poucos dias depois, em reunião de câmara, Moita Flores também abordou o assunto: “A pergunta que devíamos fazer é como é que o Ministério da Defesa abandona património à mercê de ser roubado como foi. Foi uma forma digna de utilizar cães que se encontravam no canil. E a verdade é que desapareceram os assaltos que eram praticamente o dia a dia naquelas instalações”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo