Sociedade | 29-06-2010 07:08

Deputados municipais de Abrantes reagem a contratação de Nelson de Carvalho para director da RPP Solar

“Eticamente deplorável”, “vista como uma contrapartida pelas facilidades recebidas” e de “manifesta incompatibilidade política”. Foi deste modo que alguns deputados do PSD e do Movimento Independente pelo Concelho Abrantes (ICA), com assento na assembleia municipal de Abrantes reagiram à anunciada contratação de Nelson de Carvalho, antigo presidente da Câmara Municipal de Abrantes, para o lugar de director de formação e projectos especiais da RPP Solar, empresa produtora de painéis solares. A reunião de assembleia municipal teve lugar na noite de sexta-feira, 26 de Junho e este foi um dos assuntos abordados nas intervenções proferidas antes do período da ordem do dia. As maiores críticas foram proferidas pelo deputado Gonçalo Vieira, da bancada do PSD. “Uma atitude eticamente deplorável e inaceitável que descredibiliza junto da opinião pública os políticos e a política”, salientou numa intervenção sobre o futuro profissional do ex-autarca. Também João Viana Rodrigues dos ICA, referiu que, independentemente do impedimento legal que se possa afigurar, a aceitação deste lugar por Nelson Carvalho pode ser encarada como “uma contrapartida pelas facilidades concebidas” considerando mesmo os ICA que se trata de “uma mancha numa carreira autárquica que até deixou obra feita”. Em resposta a estas duas intervenções, a actual presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque (PS) foi taxativa: “Nelson Carvalho é um cidadão. É uma opção que faz e a autarquia não faz qualquer comentário acerca desta matéria”. Notícia desenvolvida na edição semanal

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo