Sociedade | 30-06-2010 06:42

Entrega de correio na Chamusca com muitos dias de atraso

A entrega de correio na Chamusca está a ser processada com grande atraso. Há idosos que estão a receber o cheque das suas reformas 15 dias depois do habitual e cartas com facturas de pagamentos diversos que chegam depois de expirado o prazo. A Junta de Freguesia e a Câmara Municipal da Chamusca já fizeram chegar o seu protesto e pedido de esclarecimento aos CTT.Segundo o ofício da Junta de Freguesia da Chamusca chegado à câmara municipal, a maior preocupação é relativa aos idosos que estão a receber os cheques da sua reforma com grande atraso e por isso, em alguns casos, estão sem poder comprar os medicamentos que precisam de tomar diariamente. Há empresas e pessoas que já estão a avançar com processos judiciais por receberem documentação importante, que envolvem pagamentos fiscais, já depois de passado o prazo de pagamento e por isso estão a ser multados.Segundo um funcionário dos CTT com quem O MIRANTE falou, a situação é muito grave devido à falta de recursos humanos. “As cassetes com correio amontoam-se numa sala da estação da Chamusca e não se vê uma solução a curto prazo”. Segundo o mesmo funcionário, dos oito carteiros que deviam estar ao serviço no concelho da Chamusca, há apenas três, que se limitam a fazer a entrega do correio azul e correio expresso, “e mesmo esse com algum atraso”.Nesta altura os CTT fazem contratos a prazo e quando os carteiros começam a estar aptos a fazer o trabalho chegam ao fim do contrato que não é renovado. “Chegam ao ridículo de propor aos jovens, que trabalharam a contrato durante um ano e meio, contratos de dois, três ou cinco dias. É uma situação a que nunca tínhamos assistido na Chamusca”, disse o funcionário com quem falámos.O MIRANTE contactou os CTT para obter um esclarecimento em relação ao assunto, e o que nos foi dito é que aos serviços centrais não chegou qualquer informação sobre o que se passa na Estação da Chamusca, pelo que aconselham os utentes a reclamar no livro de reclamações ou fazê-lo por escrito para os serviços centrais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo