Sociedade | 02-09-2010 16:25

Dois colaboradores da Electrotejo em Maputo foram resgatados da empresa em carro blindado

Dois colaboradores portugueses da empresa de Almeirim Electrotejo, que tem uma unidade industrial nos arredores de Maputo, foram esta quarta-feira, 1 de Setembro, resgatados do armazém da empresa por um carro blindado uma vez que tinham a vida em risco devido aos confrontos de rua.Segundo um empresário que ainda está retido no hotel da cidade, a situação continua muito tensa nas ruas da capital e com a greve dos transportes pararam todas as actividades “como se o país estivesse a viver uma greve geral”, salientou.Em conversa com um empresário que tem uma rede de lojas na cidade, a ordem é para fechar mesmo que a greve seja de transportes. “Se os transportes fazem greve, as outras empresas ficam sem trabalhadores, pois a lógica local é um por todos e todos por um”, disse.Cônsul de Portugal em Maputo ajuda no terrenoO empresário de Santarém, Zito Ferreira, que teve problemas em chegar são e salvo à cidade, depois de se ver em apuros na empresa logo que começaram os desacatos, disse a O MIRANTE que tudo podia ter sido pior se não fosse a colaboração do Cônsul de Portugal e do director geral da Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Electromecânica.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo