Sociedade | 05-09-2010 00:20

Filas de horas nas Águas de Santarém para pagar facturas em atraso

Centenas de pessoas acorreram à empresa Águas de Santarém para pagar facturas em atraso mas os serviços responderam com dificuldade à afluência de munícipes. Apenas um funcionário recebeu os pagamentos durante o expediente. Como resultado, houve extensas filas de consumidores que esperaram, em vários dias da semana passada, até ao final da tarde. A Águas de Santarém notificou os devedores a 19 de Agosto dando-lhes dez dias para saldarem as dívidas. Caso contrário a empresa avançaria para o corte do abastecimento aos infractores. Para uma das visadas, Filomena Ferro, não há nada a apontar ao facto de se tentar cobrar facturas em atraso mas considera inadmissível que se dê às pessoas um prazo curto para efectuar os pagamentos e não haja funcionários disponíveis para as atender. “Na segunda-feira (dia 30 de Agosto) estive mais de três horas para ser atendida só não fiquei até às oito da noite porque uma pessoa me deu uma senha com número inferior. Até às 16h30 só esteve um funcionário a atender. Só a partir dessa hora e com dois balcões fechados, foi ajudado por duas funcionárias. O resultado foram inúmeras pessoas que perderam dias e horas de trabalho”, refere a munícipe. O MIRANTE tentou saber mais pormenores da situação por parte da Águas de Santarém, que não respondeu até ao fecho desta edição.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo