Sociedade | 07-09-2010 14:20

Ampliação do quartel dos bombeiros da Castanheira do Ribatejo pronta até final do mês

As obras de ampliação do quartel dos bombeiros voluntários da Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, vão estar concluídas até ao final deste mês de Setembro. A garantia foi dada pela presidente do município, Maria da Luz Rosinha (PS), durante uma visita do executivo municipal à freguesia no dia 3 de Setembro. Com estas obras os bombeiros ficam com mais condições de trabalho e resolve-se o problema da falta de espaço para guardar todas as viaturas da corporação. Os trabalhos estavam orçados em 720 mil euros mas tiveram uma derrapagem de cerca de 10 mil euros. Um custo adicional por causa de trabalhos a mais relacionados com a estabilidade do edifício (devido à proximidade de um ribeiro) e na correcção de alguns pilares. Assim, o custo total da obra, com projecto incluído e impostos, ronda os 762 mil euros. A ampliação do quartel foi financiada em quase 650 mil euros pela Abertis como contrapartida pela construção da Plataforma Logística da Castanheira. Apesar da melhoria das instalações, algumas salas podem ficar fechadas porque os bombeiros voluntários estão com dificuldades financeiras e não têm dinheiro para comprar equipamentos para os espaços. Situação que foi comunicada pelo presidente da direcção da corporação, Carlos Correia, à presidente do município durante a visita. Já em Fevereiro, Carlos Correia tinha dito a O MIRANTE que faltam verbas para equipar o novo quartel e que só com a ajuda da câmara e da junta de freguesia a corporação conseguia assegurar a continuidade da prestação de serviços na localidade.“A população vê um novo quartel a ser construído e pensa que os bombeiros estão cheios de dinheiro, mas a realidade é precisamente o contrário e se não fosse a ajuda da câmara já tínhamos fechado as portas”, lamentou na altura o presidente da corporação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo