Sociedade | 09-09-2010

Muitos contra estacionamento pago no centro de Santarém

A partir de Outubro quem quiser estacionar num raio de 500 metros em redor do novo Jardim da Liberdade, em Santarém, vai ter que pagar. Os parquímetros já começaram a funcionar e muitos estão contra esta medida da autarquia. Outros compreendem a posição do município mas consideram exagerado o parqueamento pago numa área tão grande que abrange por exemplo a zona das Portas do Sol. Na última reunião de câmara cerca de sete dezenas de pessoas encheram o salão nobre dos paços do concelho para protestar contra a implementação deste sistema. Os munícipes dizem ter sido apanhados de surpresa, mas a verdade é que, como lembrou o presidente, Francisco Moita Flores, o processo já decorre há quatro anos, quando foi lançado o concurso público internacional para a construção do Jardim da Liberdade e do respectivo parque de estacionamento subterrâneo. Os moradores com mais de 65 anos estão isentos de pagamento enquanto os outros, se quiserem estacionar perto de casa têm de comprar um dístico por automóvel que lhes permite estacionar durante o ano todo por 25 euros.Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE que sai à quinta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo