Sociedade | 15-09-2010 14:03

Despacho de secretário de Estado permite a Rosa do Céu receber um terço da reforma com ordenado do Turismo

O presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) de Lisboa e Vale do Tejo fez um bom negócio ao trocar a presidência da Câmara de Alpiarça pela daquela entidade. É que, enquanto autarca, Joaquim Rosa do Céu não podia acumular o ordenado com um terço do valor da pensão, mas na ERT o político socialista está a receber essa terça parte da aposentação mais o ordenado. A situação vem descrita no despacho do então secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Jorge Lacão, a autorizar o exercício de funções de Rosa do Céu enquanto reformado e a que O MIRANTE teve agora acesso. Até agora nem a Caixa Geral de Aposentações nem o Governo vieram esclarecer a situação de Rosa do Céu em relação ao desempenho do cargo como reformado por antecipação, que para alguns juristas é uma situação de incompatibilidade. Nem a associação que representa as entidades de turismo tomou ainda uma posição apesar do presidente do Turismo de Leiria-Fátima, David Catarino, que também é aposentado por antecipação, ter enviado uma carta há oito meses a pedir a clarificação do caso à Associação Nacional das Entidades Regionais de Turismo. NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA EDIÇÃO SEMANAL EM PAPEL DESTA QUINTA-FEIRA

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo