Sociedade | 15-09-2010 07:13

Ministro considera que existem muitos agricultores com potencial para se internacionalizarem

O ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas considerou hoje que existem em Portugal muito agricultores com potencial para se internacionalizarem, por isso quer criar uma unidade para promover a internacionalização sectorial. "O sector da agricultura esteve sempre arredado da internacionalização", disse António Serrano aos jornalistas, acrescentando que, no entanto, "existem muitos agricultores com potencial para se internacionalizarem".Lembrou ainda que o sector agro-florestal e pescas tem um peso de 13 por cento nas exportações, "por isso não pode estar à margem da internacionalização".O ministro falou aos jornalistas após uma reunião com a Comissão de Aconselhamento da Agricultura e Desenvolvimento Rural (CAADR), com a qual discutiu um relatório sobre a promoção da internacionalização das empresas agrícolas e agro-industrias, florestais e das pescas. Para ajudar a promover a internacionalização do sector agrícola, vai ser criada no Ministério da Agricultura uma unidade que vai colaborar com o Turismo de Portugal e com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.Segundo o ministro, esta unidade vai ajudar a promover os produtos que têm potencial como exportadores e vai informar os agricultores sobre os instrumentos de financiamento à internacionalização, públicos e comunitários.O relatório discutido sugere um apoio institucional a projectos com relevância sectorial que dinamizem uma estratégia concertada de comunicação e imagem de Portugal nos mercados externos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo