Sociedade | 20-09-2010 13:08

Antigos alunos homenageiam ex-professoras da Escola do Pombalinho

Georgina Júlio interrompe a conversa com O MIRANTE diversas vezes. São os alunos que não vê há vários anos que fazem questão de a cumprimentar. “Está aí um que não via há 52 anos e que veio de propósito para estar comigo. Georgina Júlio, 73 anos, Maria Lucinda Vieira, 70 anos, e Adelaide Reis, 69 anos, foram as três antigas professoras da escola primária do Pombalinho, concelho de Santarém, alvo de uma homenagem preparada, “quase em segredo”, por antigos alunos. Uma iniciativa que se realizou na tarde de sábado, 18 de Setembro, nas instalações da escola e à qual se juntaram a Junta de Freguesia do Pombalinho, Câmara de Santarém e agrupamento de escolas que a escola do Pombalinho integra.Nenhuma das três homenageadas conseguia esconder a emoção. Para Lucinda Vieira, que deu aulas no Pombalinho durante mais de três décadas, esta homenagem é o “reconhecimento” de uma vida de trabalho dedicada aos alunos. “Sempre gostei do que fiz. Nasci para ensinar, mesmo que isso implicasse, por vezes, ter que castigar. Nos momentos certos, e nas doses correctas, castigar pode ser uma boa forma de educar uma criança”, explica.Adelaide Reis, professora na escola do Pombalinho durante 21 anos, considera que “não merecia” esta homenagem. “Fiz apenas o meu trabalho, não era mais do que a minha obrigação”, diz. A professora confessa, no entanto, que é “muito bom” rever os alunos que já não via há muitos anos. “É um dia de emoções fortes”, garante enquanto abraça um antigo aluno.Após os discursos de homenagem, no pátio da escola, onde se recordou o percurso das professoras, seguiu-se a actuação da tuna da Universidade Sénior do Entroncamento. A festa terminou com uma visita pelo edifício da escola e um lanche para todos os convidados.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo