Sociedade | 21-09-2010

Milhares de peixes mortos no leito do Rio Almonda

Milhares de peixes mortos apareceram mortos no leito do Rio Almonda, nas traseiras da Igreja Matriz da Azinhaga, no concelho da Golegã. O motivo deste crime ambiental poderá estar relacionado com uma enorme descarga poluente, tendo o Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR de Torres Novas se deslocado ao local, na última segunda-feira, 20 de Setembro, afim de recolher uma amostra de água para análise. Também os técnicos da Administração da Rede Hidrográfica do Tejo se (ARH-Tejo) se deslocaram local, tirando fotografias às carcaças de carpas, pimpões, enguias e outras espécies mortas. Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE que sai à quinta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo