Sociedade | 02-12-2010 07:49

Santuário promove sete anos de comemorações do centenário dos acontecimentos de 1917

Jornadas, conferências, simpósios, congressos, exposições, espectáculos e concertos são algumas das iniciativas que o Santuário de Fátima vai promover no âmbito das comemorações do centenário dos acontecimentos de 1917 na Cova da Iria, que ontem começaram.Para o reitor do Santuário de Fátima, padre Virgílio Antunes, o centenário “é um momento histórico sem precedentes”.“Cem anos é um tempo de uma maturidade muito maior para Fátima, em que a mensagem chegou muito mais longe, que há, por assim dizer, no mundo um conhecimento muito mais desenvolvido de mais implicações da mensagem de Fátima”, afirmou Virgílio Antunes, convicto de que o momento vai também “voltar o mundo cristão, mas não só, para Fátima, com olhos novos”.O responsável disse ainda acreditar que, dentro de sete anos, a mensagem de Fátima, vai ser mais revigorante para o mundo.“A mensagem de Fátima, que é a mensagem da fé cristã, é uma mensagem de carácter espiritual, vai ser marcante no nosso mundo deste terceiro milénio”, assegurou, referindo que “o mundo já fez muitas experiências, já investiu em muitos sentidos”, mas “este século XX, em vez de resolver um conjunto de problemas e de dificuldades humanas, acabou por agravá-las”.Nesse sentido, defendeu que a “única via” é a da espiritualidade e da fé.Sobre as comemorações do centenário dos acontecimentos de 1917, o reitor adiantou que “os pontos mais fortes são do ponto de vista celebrativo, uma vez que Fátima é um lugar de culto, é um centro de peregrinação”.“Naturalmente, são esses momentos que congregam aqui as grandes multidões e, portanto, nós vamos sobretudo tentar marcar do ponto de vista temático e da mensagem esses grandes momentos de peregrinação”, declarou, explicando que vai, contudo, haver outras iniciativas, culturais, artísticas ou literárias, que vão “marcar todos os anos” até 2017.Para cada ano, o programa - que pode ser consultado em www.fatima2017.org - tem um tema, que parte de um acontecimento de Fátima de referência, inclui um núcleo teológico, uma frase inspiradora, um elemento catequético e a proposta aos peregrinos de uma atitude crente.O ano pastoral 2010-2011, que parte das aparições do Anjo, tem como tema “Santíssima Trindade… adoro-Vos profundamente”, sendo que os peregrinos vão ser convidados a visitar os lugares relacionados com aqueles acontecimentos.Questionado sobre se gostaria que as comemorações dos acontecimentos da Cova da Iria culminassem com a presença do papa no Santuário de Fátima, o reitor respondeu: “É um desejo que nenhum de nós esconde”.“Gostamos que o papa venha a Fátima”, comentou Virgílio Antunes, salientando que esta vontade não depende do santuário, nem da diocese, entidades “desejosas” que tal ocorra

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo