Sociedade | 03-12-2010 07:50

Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo pressiona Governo sobre Ponte de Constância

A Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) vai solicitar ao Governo que equacione as medidas que deve tomar de forma a atenuar as consequências gravosas que o encerramento da ponte de Constância trouxe às autarquias e às populações de Constância e Vila Nova da Barquinha. O assunto esteve em análise na reunião da CIMT, que se realizou em Tomar no dia 29 de Novembro, considerando os autarcas que esta situação afecta as populações e os autarcas destes dois concelhos do Médio Tejo “quer na sua vida quotidiana, na economia local, na protecção civil, nas finanças das autarquias, com consequências negativas na actividade regular dos municípios”.Para além de ter decidido pressionar o Governo, a CIMT manifesta-se solidária com as populações e com os autarcas dos concelhos afectados, decidindo enviar a moção aprovada para o Ministério das Finanças, Ministério das Obras Públicas e Transportes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo