Sociedade | 23-12-2010 14:26

GNR detém quatro suspeitos de furtos em residências em Tomar e Abrantes

A GNR deteve quatro homens, todos residentes na zona de Abrantes, suspeitos da autoria de assaltos a residências ocorridos nos últimos três meses nos concelhos de Abrantes e Tomar. Os detidos foram constituídos arguidos, tendo o tribunal aplicado a medida de coacção mais leve que é o Termo de Identidade e Residência.Na sequência da operação, que englobou seis buscas domiciliárias, foram recuperados diversos artigos supostamente furtados designadamente televisores LCD, comandos de televisão, leitores DVD, colunas de som, sintonizadores, amplificadores e auscultadores, relógios, material informático, caixas de ferramentas, garrafas de bebidas, colchas, cobertores, almofadas e garrafas de gás. O Destacamento da GNR de Tomar solicita às pessoas alvo de furto que se desloquem às suas instalações a fim de efectuarem o reconhecimento dos artigos recuperados.A intervenção do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento de Tomar da GNR resultou ainda na apreensão de armas de fogo, munições, um automóvel ligeiro, um motociclo, duas mini motas, uma mini moto-quatro e uma bicicleta.“A referida acção, com o importante apoio da população e com a colaboração do NIC de Abrantes, militares do Posto de Tomar e da Equipa de Intervenção, permitiu desmantelar um grupo organizado que actuava armado e munido de apetrechos necessários para a execução do furto causando prejuízos avultados aos lesados bem como o sentimento de insegurança nas populações”, refere o capitão Pedro Graça, comandante do Destacamento de Tomar da GNR, em comunicado.As diversas residências alvo dos ladrões estão localizadas sobretudo nas margens do rio Zêzere nos concelhos de Tomar, com maior incidência na freguesia de S. Pedro, e de Abrantes. “Serviram de base para identificar os autores dos furtos inúmeras vigilâncias efectuadas pelo efectivo deste Destacamento as quais culminaram na detenção dos suspeitos e na efectivação de buscas onde foram recuperados a quase totalidade dos artigos furtados”, acrescenta o capitão Pedro Graça.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo