Sociedade | 24-12-2010 08:01

Assembleia Municipal de Constância exige mais segurança no concelho

A Assembleia Municipal de Constância aprovou uma moção onde exige o reforço das medidas de segurança no concelho “que ponham cobro ao vandalismo e roubo de bens, de forma a assegurar os direitos individuais de cada cidadão relativamente ao seu património, bem como à sua tranquilidade emocional”. Numa moção apresentada pela CDU revela-se, a título de exemplo, que nos últimos seis meses ocorreram quatro roubos de cabos telefónicos, supostamente para aproveitamento do cobre, que privaram a maioria das populações de Montalvo e Santa Margarida de acesso a comunicações telefónicas e Internet. “Esta situação tem levado a que a população se veja privada, durante vários dias e por várias vezes, ao acesso a bens actualmente imprescindíveis ao seu quotidiano familiar, associativo, empresarial e outros”, lê-se na moção, onde se acrescenta que “os assaltos ocorridos, particularmente a habitações, cria justificadamente sentimentos de perturbação, impotência, revolta e vingança” Nesse texto refere-se que “as várias situações de insegurança” têm levado a um “permanente sobressalto emocional e psíquico de todos os lesados” e realça que “lamentavelmente desde o início destes acontecimentos, há cerca de um ano, ainda não existe conhecimento de que os autores destes assaltos tenham sido identificados e julgados”. A moção foi enviada para os ministérios da Justiça, da Administração Interna, Provedor de Justiça, grupos parlamentares da Assembleia da República e Governo Civil de Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo