Sociedade | 08-07-2011 12:48

Apenas duas crianças vítimas de intoxicação se mantêm hospitalizadas

Duas das quinze crianças que foram hospitalizadas na quinta-feira em Santarém com uma intoxicação alimentar ainda se mantêm em observação mas deverão ter alta durante esta sexta-feira. Segundo fonte do Hospital de Santarém, estes dois casos mantiveram um quadro clínico que exigia mais tempo de observação e decidiu-se que as crianças passariam a noite no hospital a serem hidratadas em tratamento com soro. No entanto, segundo a mesma fonte, os casos não inspiram qualquer preocupação mais grave.As quinze crianças tinham sido levadas ao final da tarde de quinta-feira à unidade hospitalar por apresentarem sintomas de mal-estar e vómitos que se suspeita terem tido origem nos alimentos que ingeriram ao almoço.As vítimas faziam parte de um grupo de 60 crianças e jovens, com idades entre os cinco e os 16 anos, que foram em excursão de Rio Maior para o complexo aquático de Santarém.Na origem do mal-estar poderá ter estado, segundo as autoridades, um dos menus do almoço – ovos mexidos com salsichas – que foi servido às crianças por um restaurante que é propriedade de um familiar de uma das crianças.Os bombeiros e os médicos do Instituto de Emergência Médica optaram por fazer no local a despistagem dos casos mais graves, que foram depois sendo encaminhados para o hospital para uma análise mais detalhada.No local estiveram duas ambulâncias dos bombeiros municipais de Santarém, duas ambulâncias dos voluntários, uma viatura médica de emergência (VMER) e dois veículos de comando.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo