Sociedade | 14-07-2011 11:05

Bombeiro de Pernes morre no quartel

Vive-se um ambiente de consternação nos Bombeiros Voluntários de Pernes. Filipe Nunes, 22 anos, morreu esta quarta-feira, 13 de Julho, na sequência de problemas cardíacos que tinha há algum tempo. O jovem, que foi operado ao coração há cerca de três semanas, sentiu fortes dores no peito e nas costas e deslocou-se, no seu próprio carro, ao quartel dos bombeiros de Pernes. Como os médicos tinham avisado que as dores seriam normais depois da cirurgia Filipe Nunes nem queria ir ao Hospital. Os colegas é que começaram a perceber que não estava bem e fizeram uma avaliação. “Ele começou a vomitar sangue e decidimos levá-lo ao Hospital de Santarém mas já havia pouco a fazer para conseguir salvá-lo”, disse a O MIRANTE, o comandante dos Bombeiros de Pernes, José Viegas, visivelmente consternado.Filipe Nunes inscreveu-se na Força Aérea mas estava de baixa há algum tempo devido aos problemas de saúde. O jovem estava nos bombeiros desde criança e era muito estimado. “Era um menino muito querido por todos, não só pelos bombeiros mas também pela população de Pernes. Estava sempre bem-disposto e com muita alegria. Este é um dia muito triste para a corporação”, referiu o comandante. Os irmãos mais novos, com 18 e 20 anos, também são soldados da paz na mesma corporação de bombeiros.O corpo encontra-se em câmara ardente no quartel dos bombeiros a partir das 11h00. O funeral realiza-se esta quinta-feira, 14 de Julho, às 17h30, no cemitério de Pernes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo