Sociedade | 14-07-2011 00:08

Festival do Melão é a prova do papel importante das autarquias na dinamização da economia local

O Festival do Melão, realizado pela Junta de Freguesia de Alpiarça em conjunto com a câmara municipal, é a prova do papel importante que as freguesias e municípios de Portugal têm na dinamização da economia local. A afirmação é do presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), que durante a apresentação da segunda edição do Festival do Melão aproveitou para mostrar a sua discordância com a decisão do Governo em extinguir algumas freguesias do país.O objectivo deste festival que se realiza no fim-de-semana de 23 e 24 de Julho, no Parque do Carril, em Alpiarça, é promover e divulgar os produtos do concelho nomeadamente o melão, meloa, melancia, entre outros produtos. Segundo a presidente da Junta de Alpiarça, Joana Serrano (CDU), o investimento deste ano está estimado em cerca de cinco mil euros contando com o apoio da autarquia. “Não queremos ultrapassar este valor uma vez que, neste momento, não é possível investirmos muito, dada a situação financeira do país e do próprio concelho. Vamos tentar fazer o melhor com o que temos”, referiu a autarca durante a conferência de empresa que se realizou no restaurante Portal da Vila.Joana Serrano referiu ainda que “alguns” dos “principais interessados” no festival, os produtores, ainda não tiveram noção da importância do festival para eles próprios. “Estamos a promover o produto que eles vendem e muita da venda deste produto passa pela promoção. Era bom que os produtores se aliassem nesta promoção”, realça.Aumentar a qualidade do certame e convidar mais produtores, ter mais expositores e envolver também os restaurantes do concelho é outro dos objectivos do festival. Mário Pereira destacou a importância da comunicação social na divulgação do evento. Joana Serrano quer que o melão de Alpiarça regresse às suas “raízes”. “Quando dizem que o melão é de Almeirim não é verdade porque o melão é de Alpiarça, produzido nos campos de Alpiarça. Queremos que seja reposta um bocadinho de justiça”, salienta.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE esta quinta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo