Sociedade | 15-07-2011

Populares protestam contra aumento de água no Cartaxo(vídeo)

Cerca de uma centena de populares estiveram ao início da tarde desta sexta-feira, 15 de Julho, à porta do Tribunal do Cartaxo para protestar contra o aumento do preço da água no concelho. Todos são unânimes em afirmar que o que se está a passar é um roubo. Elisabete Feleijo mostrou a O MIRANTE as facturas da água dos últimos dois meses. Enquanto num teve que pagar 32,29 euros, no mês seguinte a conta duplicou e a reformada é obrigada a desembolsar 64,22 euros. Um valor com o qual Elisabete não concorda. “Isto é uma ‘roubalheira’. Não faz sentido o preço da água disparar tanto de um mês para o outro. As pessoas não vão aguentar uma despesa tão grande. Já não basta o Estado estar a roubar-nos, agora também a Câmara está a fazê-lo”, criticou à porta do Tribunal da cidade.Também Filomena Caetano quis protestar contra uma situação que considera abusiva. A moradora no Cartaxo recebeu este mês uma factura de 250 euros para pagar referente a uma estimativa dos últimos três meses. Filomena esclarece. “Costumo pagar entre 20 a 40 euros por mês. Mesmo que façam uma estimativa nunca vou consumir tanto de água em três meses. Lá em casa somos só três e não tenho nenhuma piscina”, explica a O MIRANTE acrescentando que considera que está a ser roubada.* Notícia completa na próxima edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo