Sociedade | 20-07-2011 13:22

Anulação do concurso para a construção de acessos pode adiar abertura do Hospital de Vila Franca

O concurso público para a construção dos acessos rodoviários ao novo hospital de Vila Franca de Xira foi anulado porque os valores apresentados pelas construtoras excedem o que é permitido por lei em relação ao preço base definido. Esta situação vai implicar a abertura de um novo concurso que com os prazos inerentes para a apresentação de propostas, análise das mesmas e possíveis reclamações dos concorrentes podem fazer adiar a abertura do hospital, prevista para o primeiro semestre de 2013. As obras foram postas a concurso por um valor de 2 milhões e 790 mil euros, mas todos os três concorrentes que apresentaram preços apresentaram propostas que excedem os 20 por cento deste montante. A presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha (PS), afirmou na última reunião do executivo que não haverá um novo concurso enquanto não se perceber porque motivo houve uma "tamanha disparidade de números". O MIRANTE questionou a autarquia se esta situação compromete a abertura do equipamento dentro do prazo, mas até ao fecho desta edição não obtivemos resposta. O Grupo Mello Saúde, entidade que vai gerir o novo hospital, não quis fazer comentários alegando que apenas a gestão hospitalar lhe diz respeito. Maria da Luz Rosinha diz que "ou os técnicos se enganaram ou há muita gente a querer ganhar dinheiro com esta obra. O mercado não está para obras mais caras. Os técnicos terão de justificar porque motivo há tantas diferenças de preço entre o valor base e o valor apontado por cada uma das firmas". E acrescenta que "ou se enganaram grosseiramente no caderno de encargos ou outra coisa aconteceu".Noticia desenvolvida na próxima edição impressa de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo