Sociedade | 20-07-2011 13:17

Câmara de Ourém coloca providência cautelar para suspender obras do IC9

A Câmara de Ourém apresentou uma providência cautelar junto do Tribunal Administrativo de Leiria visando a suspensão das obras do Itinerário Complementar Nove (IC9) no troço que atravessa o concelho. Segundo o presidente da câmara, Paulo Fonseca (PS), a decisão vem na sequência de várias negociações com a construtora da obra que, apesar dos avisos, continuou sistematicamente a cometer determinados erros, danificando estradas e caminhos alternativos ou executando no terreno obras diferentes às descritas no projecto. “Dissemos chega!”, afirmou o autarca.O vice-presidente, José Alho, adiantou ainda que o município vai usar em sua defesa o respeito pelo Plano Director Municipal (PDM). Apesar de, no caso de uma obra desta envergadura, este ser um plano de menor peso, pode imperar em determinadas pontos da obra, explicou. As obras do IC9 têm levantado várias críticas por todo o concelho. Na freguesia de Gondemaria, um túnel estreito, que apenas possibilita a passagem num sentido, cortou um tradicional caminho de peregrinos, sem que fosse precavida uma alternativa. O caso repetiu-se noutros pontos do município, com as obras no terreno a não corresponderem ao que estava projectado projecto. Recentemente, em assembleia municipal, um grupo de moradores de Pêras Ruivas, freguesia de Seiça, veio também criticar o corte nos acessos aos terrenos agrícolas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo