Sociedade | 22-07-2011 14:28

Polícia não puniu agente que dizia mal dos colegas e da instituição no Facebook

A PSP de Santarém não conseguiu punir o agente que colocou mensagens no Facebook a dizer mal da instituição e dos colegas por não lhe ter sido concedida uma folga quando ele queria. A Polícia tinha aberto um inquérito interno para procedimento disciplinar que acabou por ser arquivado por não se conseguir reunir provas suficientes. O agente em causa, que presta serviço na esquadra de investigação criminal do comando da cidade, continua a ter a página nesta rede social na internet mas os conteúdos estão barrados a quem não faz parte do seu grupo de “amigos”.O agente vai continuar a exercer as funções na PSP de Santarém no mesmo serviço. Os textos foram colocados pelo agente na rede social em Abril porque queria ter folga num dos feriados de Abril. Situação que lhe foi recusada porque já tinha sido dispensado do trabalho num feriado nesse mesmo mês. O polícia usou então o Facebook para manifestar a sua revolta. Dizendo que os chefes estavam todos dispensados e que tinha vergonha da polícia portuguesa. Não se ficou por aí e dirigindo-se aos colegas escreveu que alguns são uma vergonha para a instituição e para a sociedade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo