Sociedade | 27-07-2011

Extensa comitiva inaugurou três novas ETAR no concelho de Santarém

Foi preciso alugar dois autocarros da Rodoviária do Tejo e mobilizar uma carrinha da empresa municipal Cul.tur para transportar a extensa comitiva de convidados, incluindo mais de uma dezena de funcionários da empresa municipal Águas de Santarém (AS), para assistirem à inauguração oficial das estações de tratamento de águas residuais (ETAR) de Póvoa de Santarém, Pernes e Amiais de Baixo, no concelho de Santarém.A visita às três ETAR realizou-se na manhã de terça-feira, 26 de Julho, e foi feita em tempo recorde. Os convidados, liderados pelo presidente do município, Francisco Moita Flores (PSD), e pelo secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território, Pedro Afonso de Paulo, deram o exemplo e juntaram-se à comitiva que seguiu no autocarro. As ETAR de Pernes e Amiais de Baixo foram remodeladas enquanto a de Póvoa de Santarém foi construída de raiz. Ao todo foram investidos 6 milhões de euros.A visita à ETAR de Póvoa de Santarém foi muito rápida. Mal chegaram ao edifício onde a estação já se encontra a funcionar, Moita Flores chamou Pedro de Paulo para seguirem em direcção a Pernes. Situação que motivou protestos de alguns populares que foram propositadamente ao local para assistir à cerimónia. “É uma falta de respeito. Vimos aqui e nem nos dão umas palavrinhas. Podiam dizer qualquer coisa”, disse uma moradora revoltada com a falta de atenção dos políticos.Depois de visitar a ETAR de Pernes o cortejo seguiu para Amiais de Baixo, onde foram feitos os discursos da praxe. “Estamos a proceder à cobertura de todo o território com a rede de saneamento de águas residuais. Em sete anos vamos passar de 62 por cento de cobertura de saneamento para 93 por cento dessa cobertura. É um passo de gigante”, disse Moita Flores acrescentando que este sistema vai contribuir para acabar com a poluição no rio Alviela. Investimento de seis milhões de euros Com um investimento total de seis milhões de euros, co-financiados em 80 por cento por fundos comunitários do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) as ETAR de Póvoa de Santarém, Pernes e Amiais de Baixo constituem o início do plano de ampliação do serviço de saneamento da empresa Águas de Santarém.Segundo comunicado da AS estes sistemas de saneamento revestem-se da “maior importância” local e regional uma vez que vão recolher e tratar a “quase totalidade” das águas residuais produzidas nas localidades de Póvoa de Santarém, Verdelho, Amiais de Baixo, Amais de Cima, Pernes, Arneiro das Milhariças, Casais das Milhariças e Póvoa das Mós, lançando-as posteriormente em afluentes do rio Tejo, onde se inclui o rio Alviela, em “condições técnicas e ambientalmente adequadas”.Ainda de acordo com informação da empresa, com a realização deste investimento a Águas de Santarém, em 2013, vai ultrapassar os objectivos previstos servindo 92 por cento da população de Santarém com sistemas públicos de saneamento de águas residuais urbanas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo