Sociedade | 13-09-2011 16:30

Antigo campeão do mundo em hóquei em patins morre em Tomar

Antigo campeão do mundo em hóquei em patins morre em Tomar
José da Silva Dias, um dos jogadores da selecção nacional de hóquei em patins que se sagrou campeã mundial em 1952, faleceu no dia 5 de Setembro, aos 86 anos, em Tomar. O antigo jogador não resistiu a um segundo acidente cardiovascular no espaço de dois meses, conta a filha, Mafalda Dias, que recorda o espírito altruísta do pai. "Ofereceu os patins a um rapaz que não tinha dinheiro para os comprar e, nos últimos tempos era comum encontrá-lo na rua a dar comida a animais abandonados", conta. José Dias fez parte de uma geração de jogadores que contava com Jesus Correia (antiga glória do Sporting em futebol e hóquei em patins), Correia dos Santos, irmãos Serpa, entre outros. Maria Celeste, com quem esteve casado 57 anos, recorda o dinamismo do marido e a paixão que este tinha pelo desporto. O antigo campeão mundial começou a jogar hóquei com 14 anos, numa altura em que ainda era necessária a autorização dos pais. Aos 18 anos entra para a equipa sénior no Clube Futebol Benfica, popular colectividade lisboeta. Foi campeão do mundo por Portugal em 1952 (onde em dez jogos marcou 8 golos), transferindo-se depois, em 1953, do Futebol Benfica para o Sporting de Tomar, cidade onde fica a trabalhar como fiscal na câmara municipal. Representou o Sp. Tomar na 1ª Divisão, contando com jogadores como Silvério, Bonet, Cúrdia, entre outros. A grande velocidade que atingia no rinque valeu-lhe a alcunha de "Cavalo Raio". Aos 30 anos deixou o hóquei patins como jogador, ficando como treinador.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE esta quinta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo