Sociedade | 04-12-2011 03:14

Câmara de Abrantes contrata serviços com comunicação social local

O executivo da Câmara Municipal de Abrantes aprovou a contratação de serviços de publicidade com dois jornais e duas rádios sedeados no concelho, num valor total de 31.752 euros, acrescido de IVA à taxa em vigor. A Rádio Antena Livre leva a maior fatia (11.232 euros), seguindo-se a Rádio Tágide (7.560 euros), o Jornal de Abrantes (7.200 euros) e o jornal Abarca (5.760 euros).A proposta da presidente da câmara, Maria do Céu Albuquerque (PS), contou com os votos favoráveis da maioria socialista e do vereador independente, enquanto os dois vereadores da oposição se pronunciaram contra. Na sua declaração de voto, António Belém Coelho e Elsa Cardoso começam por dizer que concordam que a autarquia contrate com jornais e rádios locais a divulgação da sua publicidade institucional, mas defendem que “a escolha do meio de divulgação deste tipo de publicidade deverá obviamente cingir-se a critérios objectivos, designadamente, periodicidade e melhor preço”.Os autarcas social-democratas dizem não perceber a razão porque pertencendo o Jornal de Abrantes e a Rádio Antena Livre ao mesmo grupo económico, não só não apresentam uma proposta única como também apresentam a proposta mais cara. “Acresce que, sendo o Jornal de Abrantes um jornal mensal e A Barca um jornal quinzenal, o critério da periodicidade devia ser eliminatório, por razões óbvias e de interesse público”, argumentam, concluindo que “forçoso será concluir que a divulgação da publicidade institucional não é, pois, a única finalidade da contratação, nem tão pouco a principal”.Para eles trata-se de dar um balão de oxigénio à comunicação social do concelho numa altura de “retracção do mercado publicitário e de falência das pequenas e médias empresas que sustentam com as suas publicidades a imprensa local”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo