Sociedade | 23-12-2011 17:00

Relatório do LNEC admite que prédio tombado no Monte Gordo pode ruir

Se não forem colocadas rapidamente várias estacas de suporte na base dos prédios da Quinta de Santo Amaro, no Monte Gordo em Vila Franca de Xira, especialmente no lote 2 que se encontra severamente inclinado para a via pública devido à pressão exercida pela encosta, este poderá ruir dentro de pouco tempo. A conclusão é do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), que esteve no início do ano no Monte Gordo a efectuar estudos aos três blocos de apartamentos com quase 10 andares cada. A derrocada, a verificar-se, significará um caso sem precedentes na história do concelho de Vila Franca de Xira, tudo porque um prédio em risco de ruir ficou sem qualquer intervenção durante uma década. Os engenheiros e os arquitectos responsáveis pela obra ainda poderão vir a responder em tribunal pelas falhas de construção detectadas pelo LNEC.Com o estudo do laboratório de engenharia na mão a câmara diz já se encontrar em posição de avançar com a resolução do problema. Os moradores só esperam que a solução não demore outra década a chegar. A reparação dos prédios – que poderá rondar os 350 mil euros – terá de ser suportada pelos moradores. As obras de sustentação da encosta ficarão a cargo da câmara, obra que, segundo Alberto Mesquita (PS), vice-presidente do executivo, “rondará muitos milhares de euros”. Os moradores dizem ter recebido o relatório do LNEC “com preocupação” e dizem ter ficado “alarmados” com a forma como todo o processo de licenciamento e construção dos prédios teve lugar. “Há a intenção de chamar à responsabilidade os arquitectos e engenheiros responsáveis por esta obra”, informa Armando Gonçalves, administrador do Lote A. A primeira medida será a instalação de inclinómetros, até ao final do ano, nos três lotes afectados.*Notícia desenvolvida na próxima edição impressa de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo