Sociedade | 28-12-2011 15:28

Samora Correia invadida de mau cheiro devido à queda de material de um camião

Um camião deixou esta manhã na Estrada Nacional 118 que atravessa o centro de Samora Correia, concelho de Benavente, um rasto de lamas que se supõe virem de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR). O cheiro no centro da cidade é insuportável. A passagem do camião por Samora Correia aconteceu entre as 11h00 e as 11h30. A queda dos materiais que transportava começou na zona do Porto Alto na rotunda conhecida por rotunda da torre e prolongou-se pelo centro de Samora Correia até chegar à rotunda da zona industrial da Murteira. Os Bombeiros Voluntários de Samora Correia já se encontram na estrada a limpar as lamas e a meio da tarde a normalidade já deve estar reposta. O dono do camião só se terá apercebido da situação na rotunda da Murteira já que as marcas dos pneus deixadas na beira da estrada indiciam que parou lá. “Não acredito que o motorista tenha feito isto de propósito. O que nos custa mais é que tenha fugido”, revelou o vice-presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho, que estava a acompanhar a limpeza dos bombeiros. Carlos Coutinho aproveitou também por esclarecer que o custo da operação será imputado à direcção de estradas de Santarém já que a EN118 é da sua responsabilidadeNotícia desenvolvida na próxima edição impressa de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo