Sociedade | 29-12-2011 15:16

Petição contra estacionamento tarifado em Rio Maior

O movimento “Projecto de Cidadania – Dar a vez e a voz aos cidadãos”, representado pelo Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal de Rio Maior, entregou na câmara municipal uma petição, subscrita por 769 munícipes, contra a proposta apresentada e aprovada em reunião do executivo, para que passe a ser pago o estacionamento na via pública em grande parte da cidade de Rio Maior. A proposta foi aprovada em câmara pela maioria PSD-CDS-PP-ACIRM, com a abstenção do PS.Na petição argumenta-se que a intenção de tarifar cerca de 900 lugares de estacionamento da via pública não prevê impactos económicos e irá prejudicar quem vive e trabalha na cidade, agravando o custo de vida e afastando potenciais consumidores do comércio local. Defende-se que a área a tarifar incide na zona de maior concentração populacional e que apenas prevê a atribuição de 90 cartões de moradores, com custo anual de pelo menos 30 euros, sem indicação de alternativas de estacionamento.“Um trabalhador ou pequeno empresário que tenha necessidade de estacionar junto do seu local de trabalho durante o seu horário laboral poderá ter de pagar, segundo o tarifário proposto, mais de 7 euros por dia e 150 euros por mês”, pode ler-se em parte do texto.Na petição, o movimento questiona em requerimento a maioria camarária se foi feito um estudo sobre o número de moradores residentes e respectivas necessidades de estacionamento, assim como do número de pessoas que trabalha na área abrangida e das suas necessidade de estacionamento, bem como os custos que vão ser imputados a ambos. Questiona-se ainda por que razão não foi o projecto mais divulgado entre os riomaiorenses.Para o Projecto de Cidadania, taxar o centro urbano é também penalizar o acesso das populações rurais aos serviços de que necessitam e a acumulação de estacionamento noutras zonas de uma cidade que não está sustentada em serviço de transportes públicos de qualidade.  

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo