Sociedade | 30-12-2011 08:56

Bombeiros Voluntários de Santarém recusaram 500 quilos de electrodomésticos velhos por não terem meios para os recolher

João Cabral juntou cerca de 500 quilos de equipamentos eléctricos e electrónicos velhos que tinha em casa, na Ribeira de Santarém, e decidiu dá-los aos Bombeiros Voluntários de Santarém (BVS) para os ajudar na campanha “Quartel Electrão” - que premeia a corporação que recolha mais material com uma ambulância - mas acabou por entregar os artigos à loja Worten da cidade pois a associação humanitária alegou não ter meios para os recolher.Duas televisões, uma máquina de lavar, fogão e placa, duas arcas congeladoras, aquecedor a óleo, rádios, telemóveis foi tudo o que João Cabral reuniu. “Eram cerca de 500 quilos de velhos equipamentos que já não usava. Fui lá e falei com o tesoureiro que me disse que esse contributo seria muito bom. Passados alguns dias telefonou-me o mesmo senhor a dizer que afinal não valia a pena porque não tinham nenhuma viatura disponível para fazer o transporte dos equipamentos. Fiquei triste e bastante decepcionado quando se sabe que os bombeiros passam dificuldades e falam muitas vezes na falta de dinheiro”, refere João Cabral.O presidente dos BVS, Diamantino Duarte, diz que os bombeiros, familiares e amigos já disponibilizam algumas viaturas para ajudarem na recolha de equipamentos oferecidos e que não podem fazer mais se não há uma viatura disponível. “Ainda no sábado fomos a casa de quatro pessoas, mas para carregamentos maiores não dispomos de viatura. A campanha também consiste em entregar no quartel”, exemplifica, pondo de lado a ideia de que a associação está a rejeitar ajuda.A campanha “Quartel Electrão” Corrente Voluntária – Ajude a Equipar os Nossos Bombeiros pede o apoio de todos os que tenham velhos electrodomésticos, aparelhos electrónicos e pilhas que os entreguem nos quartéis de bombeiros. É promovida pela Amb3E - Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos e terminou dia 27 de Dezembro.A associação humanitária que reúna o maior peso de resíduos de artigos, tendo em conta o número de habitantes da sua área geográfica, ganha uma ambulância de transporte de doentes como primeiro prémio, enquanto o segundo é uma lavandaria profissional. São ainda atribuídos 10 prémios de cartões pré-pagos de combustível no valor de 1.500 euros cada.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo