Sociedade | 03-03-2012 09:06

Tribunal absolveu proprietário de restaurante que era acusado de ter disparado sobre assaltantes

O Tribunal de Coruche absolveu sexta-feira, dia 2, o proprietário de um restaurante que era acusado de crime de ofensa à integridade física agravado, por alegadamente ter disparado sobre os dois homens que assaltaram o seu estabelecimento, em dezembro de 2005.O juiz entendeu não ter sido possível provar durante o julgamento quem foi o autor dos disparos que feriram os dois homens, alegando ainda que estes (testemunhas no processo) entraram em contradição nas declarações que prestaram em Tribunal.O caso remonta a uma madrugada no início de dezembro de 2005, quando os dois homens, que já teriam assaltado outros estabelecimentos em Avis e Ponte de Sor, furtaram bens do interior do restaurante, situado junto às bombas de combustível do Biscainho.Alertado pela empresa de segurança, o proprietário apanhou os dois em flagrante, tendo alegadamente feito vários disparos.Os dois homens puseram-se em fuga na carrinha onde já haviam colocado vários artigos furtados e que havia sido furtada na véspera no Barreiro.Os assaltantes acabaram por ser detidos pela GNR, que os encaminhou para o Hospital de Santarém, tendo um deles pedido ainda indemnização por ter ficado impedido de trabalhar durante um mês e outro uma semana, o que não foi atendido

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo