Sociedade | 06-03-2012 07:57

Provas de concurso da Câmara de Almeirim baseadas em livros que não estão no mercado

Os candidatos a técnicos de desporto no concurso público aberto para o quadro da Câmara de Almeirim, para o preenchimento de lugares deixados vagos pela extinção da empresa municipal têm que estudar para as provas escritas por livros que não estão no mercado. A situação foi denunciada pelo coordenador de desporto da antiga Aldesc – Empresa Municipal de Desporto e Cultura de Almeirim, Sérgio Pacheco, que está no desemprego devido ao encerramento da empresa. Perante esta situação o técnico questionou o presidente da câmara como é que vai estudar para as provas se não tem acesso aos livros. Sousa Gomes (PS) disse que ia ver o que se passava e avaliar se esta situação põe em causa o normal funcionamento do concurso. Sérgio Pacheco sublinha ainda que as edições são da década de 90, um de 1990 e outro de 1999, realçando que as situações e técnicas constantes nos livros já estão ultrapassadas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo