Sociedade | 13-03-2012 16:53

Tribunal começou a julgar suspeitos de vários assaltos na região

O Tribunal de Santarém começou hoje a julgar dois jovens acusados de terem cometido, em coautoria, um crime de roubo agravado, dois furtos simples, um furto qualificado, um crime de detenção de arma proibida e três por condução sem habilitação legal.Um dos arguidos está ainda acusado de um furto qualificado em forma tentada e de outro por condução sem habilitação legal.Os dois arguidos, sobre os quais impendem outros processos e inquéritos, foram apanhados pela GNR em outubro de 2011 num barracão abandonado em Casal Paúl, após denúncias de populares, tendo conseguido pôr-se em fuga e andado uma noite a monte até serem detidos na Póvoa da Isenta (Santarém).Os dois jovens, presos preventivamente no Estabelecimento Prisional de Leiria, foram apanhados na companhia de uma mulher, que vai ser ouvida como testemunha na audiência marcada para o próximo dia 27.Os indivíduos são suspeitos de serem os autores do assalto à residência de um casal de idosos, na Póvoa da Isenta, de onde levaram vários artigos em ouro, do furto de uma viatura ligeira no Vale de Santarém, de um jipe e de duas motas em S. João da Ribeira (Rio Maior), entre outros.As viaturas foram encontradas no interior do barracão, onde estavam ainda outros artigos, como um computador e diversos telemóveis, mas os artigos em ouro não foram recuperados.Na audiência de terça-feira, o tribunal ouviu o casal de idosos e os proprietários dos veículos furtados

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo