Sociedade | 24-03-2012 09:10

Fundação DOCOMOMO Ibérico defende classificação da Mina do Espadanal

A Fundação DOCOMOMO Ibérico considera que o conjunto edificado composto pela antiga fábrica de briquetes e plano inclinado de extracção da Mina do Espadanal, edificado entre 1951 e 1955, possui grande “qualidade arquitectónica”, como comprova a sua inclusão pela Ordem dos Arquitectos no Inquérito à Arquitectura em Portugal no Século XX (IAPXX), realizado em 2006, e solicita às entidades competentes que “iniciem, com a maior urgência, os procedimentos necessários para a sua classificação e conservação”. Em carta dirigida à Câmara de Rio Maior, em 12 de Março, com conhecimento da EICEL 1920 – Associação para a Defesa do Património Mineiro, Industrial e Arquitectónico, a Fundação DOCOMOMO Ibérico - (Documentation and Conservation of buildings, sites and neighbourhoods of the Modern Movement) manifesta ainda a sua “preocupação” pelo estado em que se encontra aquele conjunto edificado, situado na avenida Dr. Mários Soares, devido à “pela ausência de reconhecimento legal do seu valor patrimonial, defendido em parecer emitido a 5 de Julho de 2006 pelo antigo Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR)”.Em comunicado, a EICEL 1920 explica que a DOCOMOMO é uma organização internacional criada na Holanda em 1989 com o objectivo de inventariar, proteger e divulgar o património arquitectónico do movimento moderno.“A coordenação desta organização para os territórios de Espanha e Portugal é assumida pela Fundação DOCOMOMO Ibérico, com sede em Barcelona, que vem impulsionando programas de documentação e conservação da arquitectura e urbanismo do movimento moderno em colaboração com entidades e instituições públicas dos dois países”, pode-ler-se. Entre as iniciativas desenvolvidas destaca-se a promoção da análise científica do património da modernidade em congressos internacionais organizados desde a década de 90, bem como actividade editorial, com a publicação de monografias temáticas dedicadas à arquitectura da indústria, da habitação e dos equipamentos, acrescenta a nota da EICEL 1920.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo