Sociedade | 31-03-2012 12:18

Investimento de 750 mil euros reconverte antigo Centro de Saúde de Mação em lar

O edifício do antigo Centro de Saúde de Mação, no distrito de Santarém, foi esta sexta-feira, 30 de Março, reconvertido em lar de idosos com capacidade para 20 utentes, num investimento de cerca de 750 mil euros.Antigo hospital sub-regional, situado no centro da vila, o novo lar residencial tem dois pisos e conta com 25 divisões no rés-do-chão e mais 22 no primeiro andar – que foram adaptadas para quartos simples e duplos, com casa de banho privativas – e duas vivendas para casais, em espaço ajardinado anexo.O investimento da Santa Casa da Misericórdia, segundo disse o seu provedor à agência Lusa, foi de 750.000 euros, com 190.000 euros de apoios comunitários, e permitiu criar dois postos de trabalho, para além de "possibilitar o aumento da oferta, reduzir a actual lista de espera, com cerca de 200 pessoas, e viabilizar as contas" da instituição."A aposta é dirigida essencialmente para um mercado que procura conforto e qualidade, embora tenhamos sempre como meta um ponto de equilíbrio entre quem mais pode e quem menos tem", acrescentou Vasco Estrela.O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, presidiu à cerimónia de inauguração do equipamento, na qual afirmou que o trabalho desenvolvido pela Misericórdia de Mação "devia ser multiplicado" por todo o país."Este é o exemplo de um bom investimento, que gera desenvolvimento social e em que sabemos que o dinheiro investido vai reproduzir serviço público", vincou, em declarações à Lusa.Relvas observou ainda que o trabalho desenvolvido pelas Misericórdias, "a ser feito por um outro qualquer serviço do Estado, custaria mais e dificilmente seria tão bem feito", elogiando as instituições de solidariedade social, que, "servindo os seus objectivos, servem os interesses e as necessidades das populações".A reconversão do edifício – com 950 metros quadrados de superfície coberta, num terreno com um espaço total de 4.000 metros quadrados – englobou ainda um refeitório com copa, lavandaria, salas de estar, gabinetes de enfermagem e de apoio médico, uma capela, casa mortuária e serviço de elevador a unir os dois pisos.Com 209 utentes e 95 funcionários, a Misericórdia de Mação presta actualmente serviços nas valências de centro de dia, apoio domiciliário e apoio domiciliário integrado, creche, actividades de tempo livres, com centro de alojamento temporário, e uma unidade de apoio integrado.Com um orçamento anual de 1,6 milhões de euros, a Santa Casa da Misericórdia de Mação é actualmente a segunda maior entidade empregadora do concelho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo