Sociedade | 03-05-2012 08:05

Azambuja elabora estudo interno para provar que preço da água é dos mais baixos

O presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Joaquim Ramos (PS), pediu aos técnicos da autarquia para analisar o custo da água em 12 concelhos de forma a provar que o município tem dos preços mais baixos. Para a análise foi considerado um consumo mensal de dez metros cúbicos de água, que o autarca considera que é a quantidade que uma família de três a quatro pessoas consome em média. O estudo conclui que Azambuja (onde por esse volume de água se paga 21 euros) é o terceiro município com a água mais barata, só ultrapassado por Cascais (19 euros) e Santarém (19 euros). No Cartaxo uma família que consuma os mesmos 10 metros cúbicos paga uma mensalidade de 25 euros e em Alenquer o valor ascende a 35 euros. O estudo, apresentado em reunião de câmara e assembleia municipal, inclui alguns municípios vizinhos, mas compara também as tarifas que são praticadas em locais longínquos como Cascais, Peniche ou Leiria, deixando de lado Vila Franca de Xira e também Benavente e Salvaterra de Magos, municípios que integram a Águas do Ribatejo. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo